Como fica o advogado na venda de créditos judiciais?

Advogado

A venda de créditos judiciais é um negócio que pode beneficiar tanto as partes que têm ativos para receber em processos na Justiça quanto seus advogados. Isso porque a Cessão de Créditos pode incluir também os honorários advocatícios, tanto contratuais quanto de sucumbência.

Obviamente, o advogado não é obrigado a vender os créditos a que tem direito no processo. No entanto, esse profissional pode escolher entre antecipar os honorários advocatícios (contratuais e de sucumbência) ou reservá-los para recebimento integral ao final da ação, ainda que seu cliente decida vender os próprios créditos.

Aqui, é importante ressaltar que todas as operações realizadas durante uma negociação de crédito são feitas com ciência e concordância do advogado responsável pelo processo em questão. Tudo em pleno acordo com a legislação brasileira e formalizado por meio de contratos.

A PX Ativos Judiciais é uma empresa séria e comprometida, especializada na aquisição de créditos provenientes de ações trabalhistas, cíveis, precatórios e de direito do consumidor, que contribui para a sociedade dando liquidez e acelerando situações relacionadas à demora do judiciário, com transparência, adaptabilidade e respeito.

Dito isso, o advogado pode estar se perguntando quais seriam as vantagens da venda de honorários. Pois são inúmeras, tanto para os profissionais que estão em ascensão, precisando de liquidez para novos investimentos, quanto para aqueles que estão passando por dificuldades financeiras, seja em razão da conjuntura econômica do país ou mesmo por questões pessoais.

Um exemplo bastante comum é do advogado que inicia um escritório e decide antecipar os honorários a receber para comprar equipamentos, contratar pessoas, possibilitando o crescimento da empresa.

Outro exemplo interessante é o advogado que precisa de capital de giro para pagar bônus aos advogados contratados ou associados de seu escritório.

São vários os cenários em que a venda de créditos judiciais se apresenta como excelente alternativa a, por exemplo, empréstimos bancários. A negociação de um ativo, ainda que com o deságio proveniente da Cessão de Crédito, é mais interessante financeiramente do que adquirir uma dívida de longo prazo com um banco. E por um motivo simples: na venda do crédito, o advogado transfere os riscos da demanda para a empresa cessionária; já no empréstimo, ele assume todo o risco pelo valor solicitado.

Vale lembrar ainda que, mesmo nos casos nos quais o advogado não tem interesse na venda de honorários, ele pode permitir a livre negociação da parte do cliente interessado, uma vez que a parcela referente aos honorários ficará reservada para ser retirada no fim do processo. Assim, a negociação feita pelo cliente também traz benefícios ao profissional, já que o libera da atuação processual no caso em ocorreu a Cessão de Crédito e oferece uma alternativa para seu cliente. Esse trabalho é assumido pela equipe da empresa cessionária.

Advogado, entre em contato com PX Ativos Judiciais e confira a proposta da empresa para sua carteira de clientes.

Receba uma proposta personalizada gratuitamente!

Os especialistas da PX Ativos Judiciais vão analisar o seu caso e fazer uma oferta exclusiva.

💬 Precisa de ajuda?