Quantos Dias Demora Para Receber o Pagamento Após a Perícia Judicial?

quantos dias demora para receber o pagamento após a perícia judicial

Entenda os fatores que influenciam a demora para receber o pagamento após a perícia judicial e se planeje financeiramente.

Imagine que você enfrenta uma batalha judicial. Nesse cenário, a perícia é indispensável para esclarecer os detalhes complexos do caso após meses de análises rigorosas. Mas afinal, quantos dias demora para receber o pagamento após a perícia judicial?

A resposta pode variar dependendo de diversos fatores. Entre eles, a complexidade do caso, o volume de documentação envolvida e os procedimentos judiciais específicos. Seja como for, é fundamental entender o prazo para recebimento do pagamento, já que isso influencia no planejamento financeiro.

Por esse motivo, continue a leitura do nosso artigo e tire as suas principais dúvidas sobre o assunto, como:

  • Qual é o papel da perícia judicial na resolução de conflitos?
  • O que acontece após entregar o laudo da perícia judicial?
  • Quantos dias demora para receber o pagamento após a perícia judicial?
  • Como funciona o pagamento do INSS depois da perícia?
  • Após concedido o benefício, quanto tempo para receber auxílio-doença?
  • O que influencia o prazo de pagamento após a perícia judicial?

Qual é o papel da perícia judicial na resolução de conflitos?

O papel da perícia judicial na resolução de conflitos é fornecer um embasamento técnico e imparcial para esclarecer questões complexas em disputa no processo legal. A partir disso, o juiz toma decisões fundamentadas e justas.

Em um contexto judicial, a perícia pode ser solicitada quando há questões técnicas, científicas ou especializadas que precisam ser analisadas. Logo, o papel do perito é examinar as evidências apresentadas, coletar informações relevantes, conduzir investigações, se necessário, e elaborar um laudo pericial.

Este deve contar as conclusões do caso com clareza e objetividade para esclarecer fatos, determinar responsabilidades, calcular danos e avaliar prejuízos. Tudo isso é necessário para resolver conflitos.

O que acontece após entregar o laudo da perícia judicial?

Após entregar o laudo da perícia judicial, as partes envolvidas têm a oportunidade de analisar e se manifestar sobre o conteúdo apresentado. A seguir, entenda os passos seguintes!

Manifestação dos assistentes técnicos e advogados

Até 15 dias úteis após entregar o laudo, os assistentes técnicos e os advogados das partes podem apresentar seus pareceres e manifestações.

Possíveis questionamentos e dúvidas

Se houver dúvidas, contradições ou erros no laudo, o juiz pode determinar que o perito responda por escrito sobre essas questões, também em até 15 dias úteis.

Audiência de instrução e julgamento

Se as dúvidas persistirem, elas só poderão ser sanadas na próxima audiência no processo, chamada audiência de instrução e julgamento. Nessa etapa, o perito e os assistentes técnicos podem ser chamados para explicar seus pareceres.

Possibilidade de respostas adicionais

Alguns juízes permitem que o perito responda mais de uma vez sobre seu laudo por escrito, caso necessário, oferecendo esclarecimentos adicionais.

Complementação de honorários

O perito pode solicitar uma complementação de honorários. Isso se surgirem questões não previstas na proposta de honorários e ele precisar dedicar um número considerável de horas extras para respondê-las.

Quantos dias demora para receber o pagamento após a perícia judicial?

Após aprovar o benefício pela perícia judicial, o prazo é de até 45 dias para o pagamento do auxílio-doença no caso do INSS. É possível que esse tempo aumente por mais 45 dias se o órgão justificar a mudança da data, fazendo os beneficiários esperarem até 90 dias.

Como funciona o pagamento do INSS depois da perícia?

Após a realização da perícia do INSS, o processo de pagamento do auxílio-doença segue algumas etapas. Confira!

Análise do pedido

O INSS tem até 45 dias para analisar o pedido do auxílio-doença após a solicitação, que deve ocorrer em até 30 dias após o profissional ser afastado. Se o pedido estiver em um processo judicial, o prazo é reduzido para 25 dias.

Aprovação do benefício

Uma vez que o pedido é aprovado, o INSS tem até 45 dias para iniciar o pagamento do auxílio-doença.

Recebimento do benefício

O beneficiário passa a receber o auxílio-doença conforme o calendário de pagamentos do INSS, que geralmente ocorre mensalmente.

Depois de concedido o benefício, quanto tempo para receber auxílio-doença?

Depois de concedido o benefício, o segurado começará a receber o auxílio-doença a partir do 16º dia de afastamento do trabalho. Isso significa que, durante os primeiros 15 dias de afastamento, o trabalhador não receberá o benefício, pois esse período é considerado como “carência”. 

O que influencia o prazo de pagamento após a perícia judicial?

O prazo de pagamento após a perícia judicial pode ser influenciado por diversos fatores, incluindo:

  • complexidade do caso – casos mais complexos podem demandar mais tempo para análise e decisão por parte do juiz, o que pode impactar no prazo de pagamento;
  • volume de processos – se houver uma grande quantidade de processos em andamento no tribunal, o tempo de espera para receber o pagamento pode ser maior devido à sobrecarga do sistema judicial;
  • necessidade de esclarecimentos adicionais – se surgirem dúvidas ou questões que exigem esclarecimentos adicionais por parte do perito ou das partes envolvidas, isso pode prolongar o prazo de pagamento;
  • procedimentos judiciais específicos – alguns procedimentos legais, como a realização de audiências adicionais ou a necessidade de aguardar decisões de recursos, podem estender o prazo de pagamento;
  • eficiência do sistema judicial – a eficiência do sistema judicial local também pode influenciar o prazo de pagamento, pois sistemas mais ágeis tendem a processar os pagamentos de forma mais rápida.

Como vender os créditos de um processo?

Então, entendeu quantos dias demora para receber o pagamento após a perícia judicial? Conforme mencionado, isso pode variar dependendo de diversos fatores, como a complexidade do caso, o volume de processos em análise e os procedimentos judiciais específicos.Agora, tem interesse em saber mais sobre como gerenciar o recebimento de pagamentos após a perícia judicial? Confira nosso artigo sobre “Como vender os créditos de um processo” para obter dicas e insights valiosos.

Receba uma proposta personalizada gratuitamente!

Os especialistas da PX Ativos Judiciais vão analisar o seu caso e fazer uma oferta exclusiva.

💬 Precisa de ajuda?